quinta-feira ,9 abril 2020
Home / MMA internacional / Diego Sanchez se manifesta após desistir de combate contra Michel Pereira: ‘Sabia que eu estava perdendo’

Diego Sanchez se manifesta após desistir de combate contra Michel Pereira: ‘Sabia que eu estava perdendo’

 

A luta entre Michel Pereira e Diego Shanchez, realizada no último sábado (15), pelo UFC Rio Rancho, nos Estados Unidos, ainda tem dado o que falar. Após ser atingido por uma joelhada ilegal desferida pelo brasileiro, no terceiro round, optar por desistir do combate, e ser declarado vencedor, por desqualificação do ‘Paraense Voador’, o norte-americano afirmou que não se arrepende da decisão e, em entrevista ao ‘MMA Junkie’, deu sua versão do caso.

“Eu desisti? Não. Eu fui atingido por uma dura joelhada na cabeça. Eu sabia que estava perdendo na pontuação. Eu tomei uma decisão correta e madura, porque sei que meu rosto, independente dos últimos minutos de luta, ou não, ficaria coberto de sangue. Essa imagem seria providencial para os juízes”, afirmou Diego.

Para o experiente lutador, sua atitude, mesmo que polêmica, foi acertada, haja vista que, de acordo com as regras, o brasileiro seria punido e, provavelmente, perderia o combate, caso afirmasse ao árbitro central que não tinha condições de se manter no confronto.

“Então, eu desisti? Eu tomei uma decisão para não me colocar em perigo real, quando eu poderia ter me machucado quando aquele atleta (Pereira) me atingiu no chão”, disse o veterano.

Sanchez, então, afirmou que, após o confronto, não se sentiu desconfortável com o que havia acontecido no octógono. Para ele, sua opção foi acertada e mantém a ideia de que, em primeiro lugar, deve-se pensar na integridade física e exemplo para a nova geração de atletas do MMA.

“Quando saí desta luta, nunca me senti melhor da cabeça. Não é mais pelo cinturão. É para a plataforma, para que eu possa colocar essas pessoas atrás de mim, para que eu possa encontrar essas pessoas, para que elas possam inspirá-las, motivá-las e ajudá-las a viver de forma mais saudável e a viver de forma verdadeira e mais poderosa. Eu estou pronto para a vida. Com essas outras coisas acontecendo, eu não vou precisar lutar e como eu terminar minha carreira será nos meus termos”, finalizou.

Você pode Gostar de:

BRAVE Combat Federation anuncia o adiamento de todos os seus eventos

  Principal organização de MMA do Oriente Médio e uma das principais do mundo na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *