sábado ,5 dezembro 2020
Home / MMA nacional / Em estreia do Taura nos EUA, Jonathan Wilson domina ‘Rick Monstro’ e conquista cinturão

Em estreia do Taura nos EUA, Jonathan Wilson domina ‘Rick Monstro’ e conquista cinturão

Em estreia do Taura nos EUA, americano vence Rick Monstro e fatura título; Golm aplica belo nocaute e Patolino é superado

 

O cinturão meio-pesado do Taura MMA tem um novo dono. Depois de cinco rounds emocionantes, Jonathan Wilson levou a melhor na pontuação dos juízes e tirou o título que era de Richardson ‘Rick Monstro’ Moreira. O triunfo do americano no Taura 11, realizado em Kissimmee (EUA), fechou com sucesso aquele que foi o primeiro card da empresa fora do Brasil, iniciando a jornada internacional da organização.

Logo no princípio do combate, Wilson surpreendeu e quedou Rick, embora sem muita efetividade no ground and pound. O brasileiro chegou a colocar uma guilhotina, mas o americano conseguiu escapar. Nos segundos finais, Monstro acertou o melhor golpe do round, mas foi para o intervalo cansado. No segundo assalto, ‘Johnny Bravo’ percebeu que poderia repetir a estratégia, escapando das chaves de calcanhar – especialidade do paulista.

No terceiro round, levando cotoveladas no chão, Rick chegou a aparentemente bater em desistência, mas o árbitro não viu e o combate seguiu. Jonathan manteve o domínio e ampliou a vantagem para três rounds a zero. No quarto, exausto e sem a explosão que o caracteriza, o brasileiro passou a ser alvo fácil dos golpes de ‘Johnny Bravo’. O mesmo se repetiu nos cinco minutos finais, apesar de um breve momento de pressão de Richardson Moreira.

No co-main event, muita trocação. Daron Cruickshank fez questão de usar sua marca registrada – os chutes giratórios –, mas foi com as mãos que levou o brasileiro ao chão. No primeiro round, fez isso com um upper; no segundo, com um direto. No assalto final, Ribeiro esteve perto de finalizar o ‘Detroit Superstar’ em um armlock, mas o peso-leve americano resistiu e ganhou na decisão dos juízes.

O combate meio-médio entre William ‘Patolino’ Macário e Rico Farrington foi um verdadeiro monólogo do bahamense. Usando sua longa envergadura e o bom boxe – já colocado em prática profissionalmente –, Rico usou o volume para frustrar o brasileiro, que pareceu bastante hesitante e ‘plantado’ no octógono. No fim, triunfo de ‘The Triggerman’ nas papeletas.

O duelo entre Marcelo Golm e DJ Linderman foi o mais curto da noite. Linderman começou surpreendendo, levando Golm para o chão, mas o peso-pesado brasileiro aguentou a tentativa de queda, reagiu e partiu para cima em pé. Com espírito matador, acertou mais de uma dezena de socos no americano, que resistiu até que Marcelo incluiu joelhadas em suas sequências, o que abriu caminho para a interrupção do juiz.

Primeiras lutas

No confronto que abriu o card, Dylan Mantello dominou a luta desde o primeiro round, sem deixar o adversário respirar. Jake Swinney se cansou muito em uma tentativa de finalização, caiu fisicamente e deu espaço para ‘The Quiet Man’ crescer – o que culminou com um direto no queixo que deu a vitória a ele aos 54s do segundo round.

O segundo combate da noite teve plena vantagem de Paulo Sérgio Santos desde o princípio. O peso-pena brasileiro conseguiu um knockdown no primeiro round, dominou o segundo e comemorou no intervalo para o terceiro: Mark Dickman sinalizou um problema no joelho e, depois de uma análise médica, foi constatado que ele não tinha condições de voltar: nocaute técnico para o brasileiro.

Em uma das lutas mais técnicas do Taura 11, Jesse Arnett usou o seu wrestling e o seu ground and pound para anular Pedro Souza nos dois primeiros rounds. No assalto final, o canadense aproveitou-se do cansaço do brasileiro e usou jabs e movimentação para garantir a vitória por decisão.

Punições

Três atletas descumpriram as regras estabelecidas pelo Taura e serão punidos com a perda de uma porcentagem de suas bolsas. Jonathan Wilson, Daron Cruickshank e Deivison Ribeiro não usaram os shorts cedidos pelo evento, o que era obrigatório no contrato assinado com a organização.

Confira os resultados completos do Taura 11:

Meio-pesado | Jonathan Wilson venceu Richardson ‘Rick Monstro’ Moreira por decisão unânime (50-44, 48-47, 50-43)
Leve | Daron Cruickshank venceu Deivison Ribeiro por decisão unânime (29-27, 29-28, 29-28)
Meio-médio | Rico Farrington venceu William ‘Patolino’ Macário por decisão unânime (triplo 30-27)
Pesado | Marcelo Golm venceu DJ Linderman por nocaute técnico a 1min59s do primeiro round
Galo | Jesse Arnett venceu Pedro Souza por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-26)
Pena | Paulo Sergio Santos venceu Mark Dickman por nocaute técnico (lesão) a 5min do segundo round
Leve | Dylan Mantello venceu Jake Swinney por nocaute a 57s do segundo round

Você pode Gostar de:

Lutando ‘em casa’, atletas da Pitbull Brothers entram em ação pelo evento Best Combat MMA

  Antes de Patrício Pitbull entrar em ação pelo Bellator para defender seu cinturão peso-pena, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *