terça-feira ,1 dezembro 2020
Home / MMA nacional / Shooto Brasil 102: Luan Lacerda e Wellington Neném disputam título dos galos em noite de grandes duelos

Shooto Brasil 102: Luan Lacerda e Wellington Neném disputam título dos galos em noite de grandes duelos

O Repórter | UFC - Lutas | Shooto Brasil 102 traz disputa pelo título dos  galos como atração principal

O Shooto Brasil realiza mais uma edição na noite deste domingo, dia 25 de outubro, no Rio de Janeiro. O evento de número 102 conta com um card recheado de grandes lutas e um título em jogo na luta principal da noite. Com um justo protocolo de prevenção contra o coronavírus, elaborado em conjunto com a CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA), o evento realiza um card com 11 lutas, na Upper Arena, zona sul carioca. Na luta principal da noite, Luan Lacerda e Wellington Neném fazem um duelo muito aguardado pelo título dos galos, que está vago nomomento. O Shooto Brasil 102 tem ainda o embate entre Diego Dias e Carlão Silva no co-main event, que promete muita emoção. O evento tem início às 20h e terá transmissão ao vivo do Canal Combate.

Os protagonistas da noite não tiveram problemas com a balança na tarde deste sábado, dia 24 de outubro. Primeiro a subir na balança, Wellington Neném marcou 60,7kg, até abaixo do limite. Enquanto Luan Lacerda cravou 61kg, dentro do limite da categoria dos galos. Os representantes no co-main event da noite também fizeram sua parte na pesagem. Diego Dias marcou 77,6kg e Carlão Silva anotou 76,8kg, também dentro do limite da divisão dos meio-médios. Todos os demais atletas bateram seus pesos limites na pesagem deste sábado e estão aptos para os duelos, exceto Vitinho Batista, que estourou 500g e perde 30% da bolsa, repassada ao adversário..

O cinturão dos galos do Shooto Brasil está vago no momento, pelo menos até a noite deste domingo. Um dos protagonistas do show, Wellington Neném é um nome conhecido para quem acompanha o evento atualmente. Com seus dois últimos combates realizados no Shooto, sendo duas vitórias, o carioca chega respaldado por um cartel de cinco vitórias e apenas duas derrotas. Seu último triunfo foi no Shooto 99, diante de Edilson Souza. Já para Luan Lacerda pisar no octógono do Shooto Brasil será menos novidade ainda. Com uma incrível sequência de cinco vitórias no evento, e seis na carreira, ele chega para brigar pelo título com um cartel de respeito: nove vitórias e apenas um revés. Especialista na arte suave, Luan já fez bonito no Shooto quatro finalizações nos cinco triunfos, o último na edição 88.

Protocolo de segurança

Para o Shooto Brasil poder retomar suas atividades foi necessário a elaboração de um rígido protocolo de prevenção contra a COVID-19. Junto com a CABMMA, a organização impôs diversas regras para a realização do evento. Todos os atletas envolvidos no evento foram testados com teste rápido no dia e local da pesagem, que aconteceu também na Upper Arena, neste sábado, dia 24.  Todos os atletas, corners e demais envolvidos no evento deverão usar máscaras, tanto na pesagem quanto no evento. A CABMMA fornecerá esse equipamento aos atletas e seus corners no dia da pesagem. O lutador só poderá retirar a máscara na hora de subir no cage. O ambiente será constantemente higienizado e os vestiários e corners terão marcações no chão para respeitar o distanciamento social. Além disso, os membros das equipes serão orientados a retirar quaisquer adereços como anéis, pulseiras, cordões, brincos e relógios. Também não haverá entrada de nenhum tipo de público, nem imprensa. Apenas a equipe de transmissão reduzida do Canal Combate.

Shooto Brasil 102

Data: Domingo, 25 de outubro de 2020

Horário: 20h ao vivo no Canal Combate

Local: Upper Arena

Endereço: Rua Bibiano Pereira da Rocha n° 2-A – Flamengo, Rio de Janeiro

Card oficial Até 61kg: Wellington Neném (60,7kg) x Luan Lacerda (61kg) Até 77kg: Diego Dias (77,6kg) x Carlão Silva (76,8kg) Até 73kg: PH Laia (72,6kg) x Guilherme Doin (72,8kg) Até 68kg: Nico Barna (66kg) x Alexsander Querubim (67,6kg) Até 66kg: Jonathan Pinto (66kg) x Wallace Angolano (65,5kg) Até 52kg: Claudiene Cebolinha (51,4kg) x Michele Oliveira (52,1kg) Até 57kg: Pri Ferreira (56,4kg) x Rayla Nascimento (57,2kg) Até 57kg: Antonio Silva (57,2kg) x Felipe Herculano (57,2kg) Até 77kg: Jorge Nascimento (76,8kg) x Thierry Lucas (76,6kg) Até 68kg: Vitinho Batista (68,5kg)* x Sirnande Junior (68kg) Até 84kg: Matheus Felipe (83,4kg) x Rodrigo Sezinando (84kg)

Você pode Gostar de:

Lutando ‘em casa’, atletas da Pitbull Brothers entram em ação pelo evento Best Combat MMA

  Antes de Patrício Pitbull entrar em ação pelo Bellator para defender seu cinturão peso-pena, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *