quinta-feira ,23 janeiro 2020
Home / MMA nacional / Shooto Brasil 99: Augusto Sparta bate Carlos Eduardo, mas fica sem título por não ter batido peso

Shooto Brasil 99: Augusto Sparta bate Carlos Eduardo, mas fica sem título por não ter batido peso

A edição especial do Shooto Brasil fechou a temporada de 2019 com muita emoção. Na noite deste sábado, dia 21, a organização fez seu último show do ano com um card daqueles. Na luta principal do Shooto 99, Augusto Sparta venceu Carlos Eduardo Let’s Go por decisão unânime, mas não faturou o título dos galos (até 61,2kg) por não ter batido o peso. No co-main event Marcos Silva fez bonito e bateu Júnior Negão em uma grande batalha, decidida a favor de Silva. Outros destaques da noite foram Ary Santos e Cleuber Cabral, que despacharam seus oponentes sem maiores problemas.

A luta principal do Shooto Brasil colocou frente a frente Augusto Sparta e Carlos Eduardo Let’s Go. Em jogo o cinturão peso-galo do Shooto Brasil, mesmo com Sparta não tendo batido o peso e o título só valer para Carlos. O que se viu dentro do ringue foi um duelo muito estudado, com os dois alternando bons momentos e com leve vantagem para Sparta. No segundo round, Carlos equilibrou o duelo, deixando a decisão para o assalto final. Nos últimos minutos Augusto foi superior e acabou vencendo a luta. Mas por não ter batido o peso, o cinturão dos galos continua vago.

O co-main event da noite entre Júnior Negão e Marcos Silva pegou fogo e levantou o público presente na ViVi Arena. E ambos fizeram um duelo  muito equilibrado, com bons momentos para ambos os lados. Já os assaltos finais mostraram leve superioridade pra Marcos, principalmente no jogo de solo, e ele acabou vencedor por decisão dividida.

A luta entre Rono Júnior e Marcão Silva foi um show de jiu-jitsu. Júnior fez jus a tradição da Nova União e controlou a luta inteira no chão até vencer por decisão unânime. Já Ary Santos não deu chances ao oponente e nocauteou Taffarel Brasil com menos de três minutos de luta. Outra destaque foi Daniel Hortegas, ele não teve dificuldade para finalizar Formigão Alves no primeiro round.

A noite começou com três lutas eletrizantes. Em uma verdadeira batalha, Frank Jagunço venceu Michel Costa por decisão unânime. José Delano finalizou Lucas Chocolate com um belo mata-leão no segundo round. Já no primeiro combate da noite, Vanilton Antunes e Vitor Showman protagonizaram uma guerra, que acabou após interrupção médica a favor de Vanilton no segundo round.

Shooto Brasil Christmas

Augusto Sparta venceu Carlos Eduardo Let’s Go por decisão unânime

Marcos Silva venceu Júnior Negão por decisão dividida

Rono Júnior venceu Marcão Silva por decisão unânime

Ary Santos venceu Taffarel Brasil por nocaute técnico aos 3min e 13seg do primeiro round

Cleuber Cabral finalizou Ricardo Sattelmayer aos 3min e 52seg do primeiro round

Daniel Hortegas finalizou Formigão Alves com uma chave de braço aos 3min e 10seg do primeiro round

Frank Jagunço venceu Michel Costa por decisão unânime

José Delano finalizou Lucas Chocolate com um mata-leão aos 4min 55seg do segundo round

Vanilton Antunes venceu Vitor Showman por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5min do segundo round

Você pode Gostar de:

Primeiro Future MMA de 2020 coloca frente a frente duas promessas brasileiras

  Com a proposta de ser um evento no qual o poder emana do público, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *