quinta-feira ,23 janeiro 2020
Home / MMA internacional / Cotado para voltar em 2020, Marreta fala sobre recuperação e expectativa por nova disputa de título: ‘Estou com fome’

Cotado para voltar em 2020, Marreta fala sobre recuperação e expectativa por nova disputa de título: ‘Estou com fome’

Cotado para voltar em 2020, Marreta fala sobre recuperação e expectativa por nova disputa de título: ‘Estou com fome’

 

Derrotado por Jon Jones na decisão dividida em disputa de título que aconteceu no mês de julho, pelo UFC 239, Thiago Marreta sofreu sérias lesões em seus dois joelhos e, por conta disso, passou por procedimentos cirúrgicos que o afastaram do octógono. Em plena recuperação desde então, o brasileiro tem seu retorno previsto para meados de 2020, e em entrevista ao site MMA Junkie, falou sobre o trabalho que vem realizando em Las Vegas (EUA) e as dificuldades por ficar tanto tempo sem lutar.

“Meu joelho está melhorando. Minha recuperação está indo muito bem. Comecei a treinar e continuo minha recuperação no Instituto de Performance do UFC em Las Vegas, e espero voltar em breve. Talvez junho ou antes. É difícil (o longo tempo de recuperação), porque eu sempre luto em pouco tempo, sou muito ativo, por isso nunca parei por seis meses e, desta vez, provavelmente paro por um ano. Estou aproveitando para me recuperar e tentando tirar umas férias, curtindo outras coisas, deixando a mente boa”, disse o carioca.

Mesmo sem lutar desde julho, Marreta se mantém em primeiro lugar no ranking da categoria meio-pesado. No entanto, o brasileiro sabe que a situação pode mudar, principalmente pelo fato do campeão Jon Jones ter luta marcada contra Dominick Reyes em fevereiro. Além disso, no mesmo mês, Corey Anderson e Jan Blachowicz medem forças no main event do UFC Rio Rancho, e o vencedor pode ser o próximo desafiante.

Tranquilo em relação ao seu futuro, o brasileiro afirmou que, se o seu retorno não for em uma disputa de cinturão nos meio-pesados, espera pelo menos que sua primeira luta depois da grave lesão seja por uma vaga direta, ou seja, em caso de um triunfo, ele disputaria o título na sequência.

“Vamos ver o que o UFC tem para mim. Se o UFC me colocar na disputa pelo título, tudo bem, porque vou lutar novamente 100%. Então, para mim, isso não importa, mas se eu precisar fazer uma luta antes, tudo bem também. Estou com fome de lutar novamente, por isso ficarei muito feliz em lutar de novo, não importa se estou na fila por uma disputa de título ou tenha que fazer uma luta antes para isso”, encerrou.

Você pode Gostar de:

Presidente do UFC garante que Dominick Reyes dará trabalho para Jon Jones: ‘Luta enorme’

Jon Jones ainda não sabe o que é perder para um lutador dentro do octógono …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *