terça-feira ,15 outubro 2019
Home / MMA nacional / Ex-UFC, Henrique Frankenstein busca redenção em luta de MMA na Eslováquia

Ex-UFC, Henrique Frankenstein busca redenção em luta de MMA na Eslováquia

Resultado de imagem para henrique frankenstein

 

Dez vitórias seguidas por nocaute e um contrato com o UFC. O inicio de carreira de Luis Henrique Frankenstein foi promissor. No Ultimate, ganhou a primeira luta por nocaute e a segunda por finalização. Mas em sua terceira luta, em dezembro de 2016, o pernambucano viu a sua carreira tomar outro rumo. Ele foi finalizado, amargou outras três derrotas e foi dispensado do Ultimate. Venceu as duas primeiras lutas que fez fora da organização, mas voltou a perder. Por isso, quando pisar no cage do Oktagon MMA, evento que acontece neste sábado, dia 8 de junho, na cidade de Bratislava, na Eslováquia, o pernambucano não quer outro resultado que não seja a vitória.

“Eu estava invicto quando entrei no UFC, com 18 vitórias. Nem todas computadas no Sherdog. Cheguei no UFC, venci as duas primeiras lutas e depois tive a sequência de quatro derrotas. Não posso atribuir ao treinamento, porque meu treinamento era muito bom. Acho que era mais problema pessoal. Eu queria fazer coisas em cima do octógono que eu não tinha treinado. Eu estava me cobrando muito na época, querendo melhorar em tudo. Acho que eu acabei perdendo o foco naquilo que eu era bom. Estou vindo de uma fase ruim na carreira, mas mesmo vivendo esse momento ruim, eu não me sinto pressionado. O trabalho que eu precisava fazer, eu fiz. E, sem dúvida, vou conseguir mostrar isto no sábado”, disse Frankenstein.

Para voltar ao caminho das vitórias, o brasileiro terá que passar pelo tcheco Jan Gottvald, que possuiu um cartel com nove vitórias e duas derrotas. Frankenstein estudou o jogo de seu oponente e sabe que não encontrará moleza, mas vai em busca do nocaute.

“Minha expectativa é vencer. Treinei bastante a parte de chão e a trocação. Vou fazer um jogo diferente nesta luta. Estou me sentindo muito bem e espero sair coma  vitória. Vou entrar para nocautear. Eu vi algumas lutas dele. É um cara que gosta de trocar um pouco, de derrubar e trabalhar no ground and pound. Tem um bom chão também, com algumas finalizações. É um cara completo. Sem dúvida será um oponente bem difícil, mas o meu jogo é melhor que o dele”, avaliou.

A vitória poderá devolver a confiança a Frankenstein, que ainda sonha em voltar ao UFC. Ele ficou perto deste retorno quando teve a oportunidade de lutar no Dana White’s Contender Series, mas a derrota para Johnny Walker atrapalhou os seus planos.

“Claro que penso em voltar ao UFC, mas hoje em dia existem vários outros grandes eventos, como este que eu vou lutar. Mas o UFC é o maior evento de MMA do mundo. Quem sabe um dia não volto para lá? Conquistando bons resultados em outros eventos, posso ter a chance de uma dia voltar ao UFC”, concluiu.

Você pode Gostar de:

Com disputa de cinturão e votações abertas, Future MMA realiza 10ª edição na véspera do UFC São Paulo

Aproveitando a semana do UFC São Paulo, programado para o dia 16 de novembro, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *