domingo ,27 setembro 2020
Home / MMA nacional / Atleta baré leva a melhor no desafio Amazonas x Pará do 12° Rei da Selva

Atleta baré leva a melhor no desafio Amazonas x Pará do 12° Rei da Selva

Show portal 14 837a3a04 83e3 482b aa56 c607c1a9fc22

 

O amazonense Helithon Davila reinou absoluto no cage do 12° Rei da Selva que aconteceu na noite de sábado (1°) no Manaus Plaza Shopping, em Manaus. O lutador baré desafiou o paraense Antônio Escorpião Rei e nocauteou o adversário no segundo round, mostrando quem manda no cage do evento amazonense.

Não bastasse as dificuldades de enfrentar um adversário duro, Helithon Davila ainda tinha outro fato contra si. Como ele não bateu o peso, Escorpião aceitou lutar com a condição que o adversário entrasse com menos um ponto nos três rounds. Pilhado com a punição e determinado a vencer, o amazonense que tem 21 lutas, 16 vitórias e cinco derrotas, primeiro investiu nos chutes. Levou o adversário para o chão e golpeou bastante, mas Escorpião foi salvo pelo gongo que anunciou o fim do primeiro round.

No segundo, Helithon “Boquinha” veio mais intenso, levou o adversário para o chão e, desta vez, golpeou até o juiz declarar nocaute. Após tanto trabalho, o significado para o atleta é de recompensa. “Significa que esse mês todo eu trabalhei e trabalhei certo. Eu acho que eu não trabalhei em vão. Eu vim sabendo o que ia fazer aqui em cima”, disse.

No outro desafio interestadual, o visitante levou a melhor: o baiano Matheus Raposinha finalizou Luan Fernandes no último segundo do primeiro round. “Eu estava confiante. Ele tinha me batido o round todo e era minha estratégia deixar ele cansado para pegar ele no segundo ou no terceiro round, mas graças a Deus ele cansou antes e o jiu-jítsu salva. Eu vim da Bahia, dois dias sem dormir, tirando peso, mas graças a Deus deu certo”.

Desafio Amazonas vs Pará: Helithon Davila (AM) venceu Antônio Escorpião Rei (PA) por nocaute técnico aos 4min16s do 2° round

Final do GP Categoria até 70.9kg: Diego Passos venceu João Batista após desclassificação por enfiar o dedo no olho do adversário aos 2min38s do 1° round

Final do GP categoria até 58kg: Maurício Almeida venceu Augusto César por decisão unânime dos juízes

Desafio Amazonas vs Bahia: Matheus Raposinha (BA) venceu Luan Fernandes (AM) por finalização aos 4min58s do 1° round

Categoria até 53kg: Dayane “Monster” Souza venceu Larissa Raywry por nocaute técnico aos 3min38s do 2° round

Card Preliminar

Categoria até 66.5kg Elves Brener finalizou Luan Anderson com um mata leão aos 1min35s do 2° round

Categoria até 84kg : Ramon Costa venceu Jorge Marreta por nocaute técnico aos aos 1min24 do 2° round

Categoria até 66.5kg: Allan Soares venceu Thiago Freitas por decisão unânime dos juízes

Categoria até 77.5kg: Jhonnys Nobre venceu Edvandro Rodrigues por nocaute técnico aos 51s do 1° round

GP Categoria Leve (70.9kg)

João Batista venceu Oberlan Silva por nocaute técnico aos 2min09s do 3° round

Diego Passos venceu Augusto César da Silva por finalização (mata-leão) aos 29s do 1° round

GP Categoria Mosca (até 58kg)

Augusto César venceu Gutt Gattiere por decisão unânime dos juízes

Maurício Almeida venceu Otaniran Matos por finalização (mata-leão) aos 1min56s do 1° round

Fonte A Critica

 

Você pode Gostar de:

Com nova geração de lutadores, Brazilian Top Team tem maratona de eventos até o final do ano

  Uma das equipes mais tradicionais e conceituadas do mundo, a Brazilian Top Team estava …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *