quinta-feira ,29 julho 2021
Home / MMA Pará / Antonio Arroyo vence Diego Gaúcho no Conteder Series Brasil

Antonio Arroyo vence Diego Gaúcho no Conteder Series Brasil

(Foto:Divulgação UFC)

Antonio Arroyo havia prometido mostrar seu chutes plásticos no octógono. E foi o que ele fez diante de Diego Gaúcho, a quem derrotou por decisão unânime (triplo 30-26) após três rounds de clara superioridade. Ele foi o único atleta do primeiro episódio a vencer e não ser contratado pelo Ultimate.
Fã de Lyoto Machida, o paraense Antonio Arroyo cumprimentou Diego Gaúcho, mas não tardou a soltar um chute alto e outro que estalou a coxa do rival. O paranese disparou um frontal, que não acertou o queixo. Gaúcho avançou, Arroyo deu um chute plástico, fintando com uma perna e acertando com a outra. Gaúcho devolveu o chute, e Arroyo, oriundo do caratê, acertou chute rodado no rosto do oponente. Arroyo o derrubou fazendo o gancho com a perna, e Gaúcho, de costas no chão, o chamou para o solo. Arroyo entrou na guarda e Gaúcho tentava travar o braço do oponente, que não evoluía, e assim o árbitro “subiu” o combate. Arroyo acertou mais um chute na perna esquerda de Gaúcho, que se desequilibrou, marcando a perna do rival outra vez. Arroyo o cinturou e levou o confronto para o solo. O paraense até arriscou uma cotovelada, procurou espaço, mas sem sucesso.

No segundo round, Arroyo chutou a perna esquerda e outras três vezes na altura da cabeça. O paraense tentou encurtar a distância, mas acusou uma dedada no olho. O médico entrou no octógono, e o combate recomeçou pouco depois. Quando Gaúcho acertou a nuca de Arroyo com cotoveladas no solo, o árbitro deduziu um ponto, deixando a situação mais complicada para o atleta. O árbitro recomeçou o combate com Arrroyo dentro da guarda de Gaúcho. Arroyo se esforçou para passá-la e conseguiu a montada. Gaúcho fez o “upa”, expulsou o oponente e se levantou, acertando um chute frontal. Arroyo deu uma “banda” no compatriota, que caiu e o chutou nas pernas. O paraense pouco evoluiu no solo, e a luta recomeçou em pé. Arroyo acertou um chutaço na linha de cintura de Diego Gaúcho, e eles ficaram no clinche.
Na última parcial, Diego Gaúcho acertou um direto em Arroyo, que devolveu com um chute na costela. O paraense percebeu que o rival sentiu e avançou. Com uma nova “banda” no centro do octógono, Arroyo fez Gaúcho sofrer uma bela queda. Arroyo conseguiu a montada e, quando via que o árbitro ameaçava recomeçar o duelo de pé, acertava sem contundência o rosto e o corpo do rival. Gaúcho ficou por cima, mas se levantou e deu espaço para Arroyo se levantar. A 1m30 do fim, Arroyo aplicou dois chutes fortíssimos – cintura e rosto – em Gaúcho. A 30 segundos do cronômetro zerar, Arrroyo travou Gaúcho na grade para gastar o tempo e esperar pela vitória. Mas que não se converteu na contratação.
RESULTADOS OFICIAIS:
Peso-galo: Rogério Bontorin venceu Gustavo Gabriel por finalização aos 4m37s do R2
Peso-galo: Mayra Bueno venceu Mayana Kellem por finalização aos 1m02s do R1
Peso-médio: Antonio Arroyo venceu Diego Gaúcho por decisão unânime (triplo 30-26)
Peso-mosca: Sarah Frota venceu Maiara Amanajás por nocaute aos 3m26s do R1
Peso-pesado: Augusto Sakai venceu Marcos Conrado por nocaute técnico aos 3m09s do R2

Você pode Gostar de:

Up Boxe show acontece neste sábado na academia Ulysses Pereira com Henrique Demolidor e Leonardo Vasconcelos

  O evento de boxe UP Boxe que irá acontecer neste sábado a partir das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *