quarta-feira ,11 dezembro 2019
Home / MMA nacional / Show de rock, lutas e ação social. Veja como foi a décima edição do Gold Fight

Show de rock, lutas e ação social. Veja como foi a décima edição do Gold Fight

 

O Gold Fight vem se firmando cada vez mais como um dos principais eventos de MMA de São Paulo. Abrindo espaço para todas as modalidades, na décima edição não foi diferente, ao longo do dia foram mais de cem lutas entre atletas amadores e no período da noite entraram os atletas profissionais que deram um show para o público que lotou o ginásio.

Nesta edição do Gold Fight não foram só as lutas muito bem casadas que animaram o público, entre alguns intervalos, a banda Endrah mostrava toda sua musicalidade e deixava o evento com cara de show. A banda não tem só o rock nas veias, mas na luta também. O líder da banda Adriano Vilela (Kruang Preto de Muay Thai) já lutou K1 profissionalmente e o guitarrista que tem como apelido ‘Covero’ é Faixa-preta de Jiu-Jitsu.

Com finalizações e nocautes durante o evento, o destaque foi a luta principal, onde com muita ação e superação durante os 3 rounds, o goiano Paulistenio Rocha sagrou-se campeão meio médio da organização, vencendo o paulista William Cilli por decisão unânime dos juízes, superando todas as adversidades que encontrou no caminho de Goiás para São Paulo. O atleta viajou sozinho para capital paulista, encontrou pessoas que foram seus corners no evento e conseguiu sagrar-se campeão com todo ginásio torcendo para o seu adversário.

A organização do Gold Fight anunciou que 33% da renda do evento será revertido para um lar de idosos em Itapecerica, mostrando que o MMA pode ser muito mais que uma noite de lutas, mas também de solidariedade.

Data: Sábado, 28 de julho de 2018

Local: Colégio Concórdia

Endereço: R. Januário Zíngaro, 116 – Campo Limpo – São Paulo/SP

Resultados:

Paulistenio Rocha venceu Willian Cilli por decisão dividida dos juízes

Grilinho Silva venceu Keven Japa por finalização no 1R

Assis Souza venceu João Picirrilo por nocaute técnico 1R

Victor de Paula venceu Jonathan Urso por nocaute técnico 1R

Wesley Constantino venceu Leandro Caveirão por finalização no 1R

Thiago Besourão venceu Max Macabro por decisão unânime dos juízes

Robson Olegario venceu Matheus Almeida por nocaute técnico 1R

Manoel Aranha venceu Thiago Tubarão por nocaute técnico 1R

Romildo Silva venceu Lula Guerreiro por nocaute técnico no 1R

João Sorriso venceu Aryslam Santos por finalização no 1R

MMA Amador – José Corujito venceu Maciel Souza por decisão unânime dos juízes

K1 Profissional – Marcus Jon Jones venceu Anderson Cebola por nocaute técnico no 2R

Boxe Amador – Vanessa Melo venceu Josane Barreto por decisão unânime dos juízes

K1 Amador – Elaine Gomes venceu Erica Pratini por decisão unânime dos juízes

MMA Amador – Jéssica Batista venceu Julia Muniz por nocaute técnico no 1R

Você pode Gostar de:

Jungle Fight no DAZN 99: Lucas Almeida acerta joelhada brutal em argentino e se torna campeão peso-leve

  Nem só de Futebol vive a rivalidade entre as duas maiores forças esportivas do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *