sábado ,14 dezembro 2019
Home / MMA internacional / Jose Aldo analisa luta com Stephens e afirma: “Quero me aposentar como campeão”

Jose Aldo analisa luta com Stephens e afirma: “Quero me aposentar como campeão”

josealdo.jpg

 

Prestes a retornar ao octógono mais famoso do planeta após ‘um dos piores momentos de sua vida’, o brasileiro ex-campeão peso-pena Jose Aldo (26v-4d) irá encarar o norte americano Jeremy Stephens (28v-14d) no co-main event do UFC On FOX 30, que será realizado no próximo sábado (28), no Scotiabank Saddledome em Calgary, Alberta, no Canadá, em busca de recuperação, já que vem de duas derrotas consecutivas, ambas para o atual campeão da categoria, o havaiano Max Holloway.

Com os ‘pés na entrada do cage’ depois de ter passado o que pode ser considerado o ‘pior momento de sua carreira’ por ter perdido o título e ter sido completamente crucificado por muitos brasileiros e ter comentado que iria aposentar-se de qualquer maneira, Jose Aldo parece ter mudado seu conceito e em entrevista ao Combate.com, o atleta da Nova União/RJ afirmou que ainda pretende aposentar-se sim do MMA, porém, como campeão.

“Tenho essa e depois tenho mais três lutas. Falando de coração aberto: meu intuito agora é vencer esta luta e quem sabe, no futuro, disputar o cinturão. Se for campeão, posso parar, mas não renovo mais. Estou em contagem regressiva para encerrar a carreira. Fiz muito bem meu trabalho, me dediquei bastante, conquistei tudo aquilo. Se conseguir o título antes das três lutas que faltam, paro bem antes, senão concluo o contrato e vou aproveitar a vida com a família, porque tudo que conquistei na luta me dá tranquilidade para parar muito bem. O objetivo é a gente lutar pelo título. Ganhando, faria uma despedida em casa, no Brasil. Seria lindo, foi onde comecei e onde queria terminar”, disse.

Jose Aldo, que também foi criticado por não usar mais seus famosos chutes baixos, afirmou que nesse embate com Stephens, os golpes que minam a base de seus adversários vão voltar e ainda fez uma análise de seu oponente no UFC Calgary.

“A gente treinou muito Kickboxing, fiz também Wrestling e Jiu-Jítsu, se precisar levar para o solo, mas vou chutar muito as pernas, é uma arma que vinha deixando a desejar. Estou bem treinado, aqui também treinando a mesma coisa todo dia para ficar na cabeça e soltar inconscientemente na hora da luta. Esqueci um pouco meu Muay Thai, jogo de pernas, que me trouxe até o título. Dei um passo atrás sem perceber, querendo lutar como boxer. Agora me vejo lutando no UFC, buscando título de novo e, conquistando, eu paro a carreira. Treinei para lutar em pé e no chão. Ele é um cara perigoso, que procura jogar o golpe com força. Se tiver oportunidade, posso colocar para baixo. Se tiver uma oportunidade em pé, vou chegar e vencê-lo. Eu acho que primeiramente vou em busca da vitória, não me importo com meu adversário, senão a gente já entra derrotado. Estou focado em mim, imprimir meu jogo que, assim, ele estará na defensiva e se preocupando com meus golpes”, concluiu.

Você pode Gostar de:

Cotado para voltar em 2020, Marreta fala sobre recuperação e expectativa por nova disputa de título: ‘Estou com fome’

  Derrotado por Jon Jones na decisão dividida em disputa de título que aconteceu no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *