terça-feira ,15 outubro 2019
Home / MMA internacional / UFC decide acabar com ‘dupla pesagem’ e voltar a formato anterior

UFC decide acabar com ‘dupla pesagem’ e voltar a formato anterior

Resultado de imagem para pesagem ufc

 

O UFC vai acabar em breve com as pesagens matinais. A informação foi divulgada por Dana White, presidente da organização, em entrevista ao programa ‘UFC Unfiltered’, nesta terça (5). Ainda não há previsão de quando a medida entrará em vigor, mas o objetivo, segundo Dana, é minimizar o número de estouros de peso por parte dos lutadores.

Somente no mês de maio, duas estrelas em ascensão do Ultimate excederam o peso de suas categorias por muito. No UFC Rio, Mackenzie Dern chegou à balança 3,2 kg acima do limite da divisão palha (52 kg). No UFC Liverpool, foi a vez de Darren Till superar a fronteira dos meio-médios (77 kg) em 1,6 kg. Há outros também outros exemplos recentes de main events que ficaram ameaçados pela indisciplina dos lutadores, como o UFC Fight Night 128, quando Kevin Lee não bateu o peso para enfrentar Edson Barboza, e o UFC 221, em que Yoel Romero fez o mesmo na véspera da disputa do título interino dos médios (84 kg) contra Luke Rockhold. Em todos os casos citados, o atleta que excedeu o limite da categoria venceu.

“Sim, acho que é por isso [que tantos lutadores têm ficado acima do peso]. E, quer saber? Vamos nos livrar disso. Estamos analisando voltar a nossa pesagem ao jeito que era antes. Quando os caras pesarem para a luta, é aquilo. Vai ser a pesagem real”, declarou.

Atualmente, o evento de pesagem, cerca de 24 horas antes das lutas, serve apenas para as encaradas. O ato de subir na balança, transmitido pelas TVs, é meramente cerimonial. De acordo com Dana, a ganância dos atletas em relação ao peso tem feito o formato fracassar.

“Acredito que sempre que algo muda, todo mundo tenta levar o máximo de vantagem possível daquela situação. E acho que, quando começamos a fazer as pesagens matinais, funcionou bem. Todo mundo estava batendo o peso. Tudo estava ótimo. Mas aí as pessoas passaram a cortar peso cada vez mais perto, mais perto, mais perto…. Pensando em ganhar mais peso, porque teriam mais tempo para se recuperar. E a realidade é que isso f**** tudo. Então estamos tentando voltar a fazer a pesagem real de uma vez”, falou.

Embora tenha dito que o UFC analisa a mudança, White deu como certo que a organização vai trabalhar com as comissões atléticas para refazer o antigo sistema de pesagem.

Quando se tem semanalmente notícias relacionadas com pesagem e a cada evento acontece de alguém não bater peso ou passar mal no processo nessa busca, fica claro que o atual modelo está muito aquém do ideal. E essa volta ao início pouco muda, ou nada. Esta claro que a opção do atleta em lutar em categorias de peso, algumas vezes, muito aquém do peso natural de cada um, tb afeta o resultado final da coisa toda. Não é uma equação fácil. Tampouco o é a análise disso qdo joga-se nos mesmos termos a saúde, os interesses financeiros e a obstinação por fama e sucesso. Quase todos querem alguma vantagen. O problema é que o preço a ser pago pode ser alto demais.

Fonte Ag Fight

Você pode Gostar de:

De contrato novo, José Aldo mira categoria dos galos e desafia Henry Cejudo: ‘Aceita a luta, irmão’

  Uma das lendas entre os penas (até 65,7kg.) do MMA, José Aldo, decidiu fazer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *