terça-feira ,15 outubro 2019
Home / MMA internacional / Marlon Moraes aposta em “luta perfeita” para vencer Jimmie Rivera no UFC Utica

Marlon Moraes aposta em “luta perfeita” para vencer Jimmie Rivera no UFC Utica

 

Na próxima sexta-feira, em Utica, no estado de Nova York, Marlon Moraes fará sua quarta participação no Ultimate, a primeira na luta principal da noite. O peso-galo (até 56kg), que ocupa o quinto lugar no ranking da categoria, enfrenta o número 4 da lista, o americano Jimmie Rivera. Desde o final do ano passado, os dois se acostumaram a se provocar nas redes sociais, mas o brasileiro não acredita que o adversário tenha levado a questão para o lado pessoas. Eles apenas têm o mesmo objetivo.

a próxima sexta-feira, em Utica, no estado de Nova York, Marlon Moraes fará sua quarta participação no Ultimate, a primeira na luta principal da noite. O peso-galo (até 56kg), que ocupa o quinto lugar no ranking da categoria, enfrenta o número 4 da lista, o americano Jimmie Rivera. Desde o final do ano passado, os dois se acostumaram a se provocar nas redes sociais, mas o brasileiro não acredita que o adversário tenha levado a questão para o lado pessoas. Eles apenas têm o mesmo objetivo.

Marlon Moraes soma 20 vitórias, cinco derrotas e um empate em sua carreira. Jimmie Rivera tem 21 vitórias e apenas uma derrota. O americano não perde desde 2008, quando fez sua segunda luta profissional. O brasileiro prefere não criar expectativas de lutar pelo cinturão caso vença no sábado.

– Não sei (se essa luta determina o próximo desafiante), o UFC é performance. Você tem que ir lá e fazer uma grande luta, e às vezes alguns caras têm chances antes de outros. Vejo que o Dominick (Cruz) e o Raphael (Assunção) estão um pouco na frente, mas estou trabalhando para duro para chegar lá, pressionar e estar ali nas cabeças. A hora que tiver que lutar estou preparado.

O lutador também falou da sugestão dada pela Comissão Atlética da Califórnia para que subisse de peso, logo após vencer no UFC Fresno. A CSAC recomenda que os atletas não ganhem mais de 10% do peso entre a pesagem oficial e a luta. Marlon ganhou 14,5% após pesar 61,4kg na pesagem oficial e chegar na luta com 70,3kg.

– Acho que foi mais a questão da comissão lá porque me pesei de roupa. Estava pesando 152 libras (69kg), que é o peso que treino. Na hora da luta me pesei de roupa e estava com 155 (70,3kg). Todos os atletas andam cerca de seis, sete quilos acima, é o meu peso normal e sempre bati o peso nas 17 lutas nessa categoria. Já disputei o cinturão algumas vezes e bati inclusive o peso de 135 libras (61,2kg), sem a libra de tolerância, e sempre bati muito bem. Não entendi muito bem essa sugestão, mas, como foi só uma sugestão, tanto eu como minha equipe preferimos ficar nessa categoria. Não faz sentido subir sendo tão mais leve que os atletas da categoria de cima. E está tudo normal, dieta boa, peso está bom, tudo certo.

Você pode Gostar de:

De contrato novo, José Aldo mira categoria dos galos e desafia Henry Cejudo: ‘Aceita a luta, irmão’

  Uma das lendas entre os penas (até 65,7kg.) do MMA, José Aldo, decidiu fazer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *