terça-feira ,15 outubro 2019
Home / MMA internacional / Brave Combat Federation alcança recordes com estreia na Europa

Brave Combat Federation alcança recordes com estreia na Europa

Menos de dois anos após organizar seu primeiro show, em setembro de 2016, o Brave Combat Federation, maior evento de MMA do Oriente Médio e sediado no Bahrein, fará sua estreia na Europa alcançando grandes recordes. O Brave 13: Europe Evolution, que ocorrerá na Irlanda do Norte, no dia 9 de junho, aumentará para 218 o número de atletas que atuaram na organização.
Os 26 lutadores que atuarão na Irlanda do Norte representam 15 países diferentes, com os destaques ficando para os “estreantes” Aidan James e Constantin Gnusarev, que representarão País de Gales e Romênia, respectivamente. É a primeira vez que os dois países estarão presentes ao Brave, levando o número de nações representadas nos 13 eventos para 40.
Além disso, a Irlanda do Norte se tornará o nono país a receber um evento do Brave, após Bahrein, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Índia, Cazaquistão, México, Jordânia e Indonésia.
Para o presidente da companhia, Mohammed Shahid, os novos recordes são garantias de que a visão do evento está se concretizando em excelente ritmo.
“O Brave é verdadeiramente uma organização global. Estamos revolucionando o esporte em uma escala inimaginável para outras promoções. Nenhum evento do mundo conseguiu a marca de assinar com 218 atletas de 40 países em menos de dois anos de existência. Esse é um feito tremendo para o Bahrein e para o mundo esportivo em geral. Nós agradecemos à liderança e visão de Sua Alteza Sheikh Khaid bin Hamad Al Khalifa por nos guiar a esses recordes”, comentou o dirigente.
O Brasil, mais uma vez, estará representado. O meio-médio Rodrigo Cavalheiro tentará se aproximar de uma luta pelo título de sua categoria contra o veterano francês Karl Amoussou. O país, aliás, é o mais presente nas edições da organização – apenas o Brave 7, em julho do ano passado, não contou com nenhum brasileiro no card.
O Brave 13: Euro Evolution terá, como atração principal, uma disputa de título, com o campeão peso galo Stephen Loman defendendo sua coroa diante do rival Frans Mlambo, companheiro de equipe de Conor McGregor. Os dois já se enfrentaram em 2016, no Brave 1, quando Loman levou a melhor por decisão.

 

Você pode Gostar de:

De contrato novo, José Aldo mira categoria dos galos e desafia Henry Cejudo: ‘Aceita a luta, irmão’

  Uma das lendas entre os penas (até 65,7kg.) do MMA, José Aldo, decidiu fazer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *